A neurologia estuda as doenças do sistema nervoso central (encéfalo e medula espinhal) e periférico (nervos).

É importante ter em mente que as afecções neurológicas geralmente não produzem distúrbios físicos óbvios, sendo, portanto, fundamental que a lesão seja localizada através da realização de um exame neurológico minucioso.

Assim, o neurologista estará apto a selecionar corretamente os exames complementares específicos que o auxiliarão no diagnóstico tais como o exame do líquido cerebroespinhal, a tomografia computadorizada, a ressonância magnética, a eletroencefalografia, a eletromiografia e a biópsia de nervos e músculos.

O exame clínico neurológico abrange avaliação da consciência, comportamento, o posicionamento e deambulação. Os exames auxiliares são ferramentas importantes para a confirmação do diagnóstico, como exames de imagem, podem ser citadas as radiografias simples e contrastadas (mielografia), tomografia computadorizada, ressonância magnética e ultrassonografia transcraniana.

 

Entre em Contato